Volume de carne bovina exportada recua em novembro

Publicada em


Nesta terça-feira (16), a Secretária Comércio Exterior (Camex) reportou que a média diária exportada de carne bovina fresca, refrigerada e congelada ficou em 4,7 mil toneladas na segunda semana, na qual teve um recuo de 42,94% frente a média do mesmo período do ano passado, que ficou em 8,3 mil toneladas.

O volume exportado de carne bovina fresca, refrigerada e congelada ficou em 38,2 mil toneladas na segunda semana de novembro/21, sendo que o total exportado alcançou 167,7 mil toneladas no mesmo período do ano passado.

De acordo com o Analista de Mercado da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o ritmo dos embarques segue lento e não há uma previsão de retomada da China às compras no curto prazo. “A China também está priorizando investir na suinocultura local, por isso estão comprando menos até a carne suína brasileira para tentar recuperar o setor no País que está enfrentando uma crise”, informou.

Segundo as informações da Radar Investimentos, se esse desempenho seguir nas próximas semanas vamos ter pior desempenho das exportações de carne bovina do Brasil desde junho/18 (período de greve dos caminhoneiros). “Este montante projetado com o ritmo atual seria 6,8% abaixo de mês contra mês e 54,3% menor no comparativo anual. Vale a pena reforçar que estas estimativas devem ter alteração, pois falta praticamente metade do mês a ser contabilizado”, reportou.

Exportações de carne bovina in natura do Brasil em nov/21.

Os preços médios na segunda semana de novembro ficaram próximos de US$ 4.951,1 mil por tonelada, na qual teve uma alta de 12,46% frente aos dados divulgados em novembro de 2020, que registraram o valor médio de US$ 4.402,7 mil por tonelada.

O valor negociado para o produto na segunda semana de novembro ficou em US$ 189.555 milhões, tendo em vista que o preço comercializado durante o mês de novembro do ano anterior foi de US$ 738.492 milhões. A média diária ficou em US$ 23.694 milhões e registrou uma desvalorização de 35,83%, frente ao observado no mês de novembro do ano passado, que ficou em US$ 36.924 milhões.

Noticias Agrícolas