TCU investiga empresas de Rondônia por possível fraude de contratos para obras de asfalto

TCU investiga empresas de Rondônia por possível fraude de contratos para obras de asfalto
ELETROSSOL NORTE JARU Instalação energia solar

O tribunal de Contas da União (TCU) determinou provisoriamente que o Governo de Rondônia suspendesse, após identificação de possíveis irregularidades, contratos com duas empresas responsáveis por obras de asfalto em Rolim de Moura (RO), município a pouco mais de 480 quilômetros de Porto Velho. O pedido foi expedido na última quarta-feira (8). Uma das empresas têm sede na capital.

Conforme a ministra relatora do processo, Ana Arraes, todos os contratos do Programa Calha Norte, firmados entre o Ministério da Defesa e Rondônia, foram analisados durante as primeiras investigações.

Após a análise, notou-se que sete convênios firmados tinham o mesmo objetivo: pavimentação asfáltica de Rolim de Moura. Outro fator que chamou a atenção da justiça é a data de assinatura de todos os documentos, dia 29 de dezembro de 2016.

O TCU informou que as empresas são de pequeno e o endereço, com sedes em Nova Brasilândia e em Porto Velho, são os mesmos das residências dos sócios.

Para apurar os fatos, o tribunal convocou os responsáveis pelas empresas e representantes de Rondônia para prestar esclarecimentos em até 15 dias, a contar com a data da notificação. Enquanto isso, a justiça determinou que o estado mantenha os contratos suspensos.

Consultada, a assessoria do governo de Rondônia disse que ainda não foi informada sobre a decisão.

Fonte: G1

Comentários