Jaru Online
Jaru, 29 de maio de 2024

Rondônia tem o 3º maior rendimento médio do Norte, diz IBGE

Rondônia teve o 3º maior rendimento médio de todos os estados da região Norte, revelam os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (19).

De acordo com o IBGE, em 2023, o rendimento médio mensal domiciliar de Rondônia foi de R$ 2.475, 17% menor do que a média nacional, que fechou em R$ 2.846.

📌 O rendimento médio mensal domiciliar per capita é uma medida que representa a média do dinheiro que cada pessoa em uma casa ganha por mês. Para calcular esse valor, é necessário somar todos os rendimentos mensais de uma casa (como salários, pensões e outros ganhos) e dividir pelo número de pessoas que vivem nessa casa.

Benefícios

 

A pesquisa também mostra que Rondônia é o único estado da região Norte onde a proporção das moradias que têm algum morador que recebe rendimento de programa social, como o Bolsa Família, é menor que a do país.

13% das moradias de Rondônia têm algum morador que recebe rendimento do Bolsa Família. Já no Brasill, o índice é de 19%.

Bolsa Família; cartão bolsa família — Foto: Setas/Divulgação

Bolsa Família; cartão bolsa família — Foto: Setas/Divulgação

A PNAD Contínua adicionalmente mostrou que em Rondônia:

  • O rendimento médio mensal domiciliar per capita de uma moradia com beneficiário era de R$ 665,00;
  • Enquanto que nas residências que não recebiam Bolsa Família, a média per capita era de R$ 1.697,00.

G1


COMPARTILHAR