Jaru Online
Jaru, 28 de maio de 2024

Rondônia fica entre os quatro estados com menor índice de saneamento básico

Dados da divisão de Características Gerais dos Domicílios e dos Moradores 2022 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada nesta sexta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que Amapá, Piauí, Rondônia e Pará tinham menos de 30% dos seus domicílios urbanos conectados à rede de esgoto em 2022.

De acordo com o instituto, o percentual médio de domicílios ligados à rede de esgotamento sanitário aumentou de 68,2% para 69,5% entre 2019 e 2022.

Os quatro estados com o pior resultado estão muito abaixo dessa média:

  • Amapá: 23,1%
  • Piauí: 23,3%
  • Rondônia: 27,3%
  • Pará, 28%.

No que diz respeito sobre água, a média geral de acesso à água quase não se alterou no país, segundo o IBGE. No ano passado, 85,5% dos domicílios brasileiros estavam ligados à rede de distribuição de água. Em 2016, eram 85,8%. O maior percentual de abastecimento está na região Sudeste, que chega a ter 91,8% de acesso à rede geral de água. O Norte tem o menor percentual, com 60%.


COMPARTILHAR