Jaru Online
Jaru, 23 de junho de 2024

Quatro criminosos perigosos fogem após serrarem grades do presídio de Vilhena

Quatro detentos fugiram, no domingo (9), do Centro de Ressocialização Cone Sul, em Vilhena,  e nenhum deles foi recapturado, apesar de as buscas terem começado imediatamente após a constatação da fuga. Segundo apurou o jornal, todos os foragidos fazem parte da facção criminosa Comando Vermelho.

Um policial penal revelou que a fuga aconteceu em plena luz do dia, depois da contagem dos presos. “Eles foram retirados da cela, contados e colocados de volta na carceragem. Como haviam serrado as grades à noite, eles escaparam por volta das 8h30”, revelou.

Depois de usar a mesma serra para abrir um buraco na parte de baixo do alambrado, que tem cerca elétrica em cima, o quarteto pulou a segunda cerca de tela e fugiu em direção a uma região de mata nos fundos do CRCS.

Há mais de 4 anos, nenhuma fuga de presos é registrada no presídio, que fica na área rural de Vilhena. A direção do complexo prisional irá investigar como a serra usada na fuga entrou na unidade, apesar do rigor das revistas que são feitas nos visitantes.

Perigosos

Os presidiários que estão sendo procurados são: Cledivaldo Ferreira da Silva; Rogerio Soares da Silva Junior; Lindomar da Silva; e Maycon Anderson da Silva Nascimento. Eles foram condenados por roubo, homicídio e tráfico de drogas.

Cledivaldo foi julgado por um crime cometido em 2019, quando ele e o irmão se envolveram na morte do policial militar Gilberto Santos Passos, que tinha 39 anos na ocasião. No ano de 2021, um júri popular condenou ambos a penas de 16 e 18 anos de prisão.

Enquetes

Em qual destes nomes de pré-candidatos você votaria para prefeito de Jaru nas próximas eleições?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

COMPARTILHAR