Policial boliviano é preso tentando atravessar ilegalmente mercadoria de R$ 40 mil em Guajará-Mirim

Publicada em


Dois homens de origem boliviana foram presos na tarde desta quinta-feira (02), em Guajará-Mirim (RO), quando tentavam atravessar ilegalmente 5 motosserras e diversos tipos de peças, para a Bolívia. As peças foram avaliadas em mais de R$ 40 mil.

Segundo a Polícia Federal (PF), um dos homens era policial e teria contratado o barqueiro por 200 bolivianos para atravessar a mercadoria. Eles foram flagrados por agentes, por volta das 16h, na beira do rio, atrás do cemitério Santa Cruz.

Entre as mercadorias apreendidas estavam cinco motosserras, um pulverizador, além de peças de reposição de motosserras. O barco e o motor também foram apreendidos, e foram levados à Receita Federal. O policial apresentou notas fiscais das mercadorias de apenas R$ 37 mil.

Após prestarem depoimento na Delegacia da Polícia Federal, os homens foram deportados para a Bolívia.

fonte:g1.globo