Polícia Civil de Jaru esclarece homicídio tentado e policiais de Vilhena prendem suposto pistoleito

Polícia Civil de Jaru esclarece homicídio tentado e policiais de Vilhena prendem suposto pistoleito

Na quarta-feira (03/06) a Polícia Civil de Vilhena/RO cumpriu um mandado de prisão, solicitado pelo Delegado de Jaru/RO, em desfavor do nacional Izaque Lino da Silva, 27 anos, suspeito de tentar matar a vítima A.H., no Assentamento Antônio Conselheiro.

O homicídio tentado ocorreu dia 28 de maio, em Theobroma, quando Izaque chegou à residência da vítima com pretexto de comprar madeira. A vítima estava acompanhada de sua esposa e filho, então pediu um copo de água da esposa da vítima e no momento em que a mulher entrou com o filho, Izaque sacou a arma para atirar. 

A vítima que desconfiou de toda a situação ao ver Izaque dirigir a mão para a cintura correu para dentro da residência. Izaque efetuou quatro disparos, errando todos. A vítima apossou-se de uma espingarda e enquanto Izaque tentava recarregar a arma atirou contra ele, atingindo-o no olho direito.

Após ser atingido o atirador fugiu do local tomando rumo ignorado. Algumas horas depois deu entrada no Hospital Municipal de Jaru e em conversa com a PM informou que foi baleado durante uma emboscada, que resultou no roubo de sua moto. A PM não conseguiu encontrar a vítima A.H. para fazer o reconhecimento, e neste ínterim Izaque foi transferido para outro Hospital.

Diante dos fatos uma equipe de policiais civis juntamente com policiais militares de Jaru e Theobroma iniciaram diligências e confirmaram que Izaque era o possível pistoleiro que havia tentado executar a tiros uma pessoa no Assentamento Antônio Conselheiro.

Após o levantamento de indícios suficientes o delegado Salomão de Matos Chaves, de Jaru, representou pela expedição da prisão preventiva de Izaque, que foi de imediatamente deferida pelo Juízo competente e cumprida naquela quarta-feira (03) por policiais de Vilhena.

 

Fonte: ASCOM/PCRO

Comentários