CERON OLHO GATO 728-X-90-px

Pit Bull ataca donos e é abatido pela polícia Militar

Pit Bull ataca donos e é abatido pela polícia Militar

SEGURANÇA Publica_728x90

Um cachorro da raça pit bull atacou os donos, no quintal da casa da família, no Bairro Cohab, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. O caso foi registrado na noite de quarta-feira (24). Após a agressão do animal, o casal ficou preso dentro de casa, até a chegada da Polícia Militar (PM). O cão foi morto pelos militares. A mulher sofreu ferimentos graves no braço e continua internada no Hospital Regional. O homem teve lesões em uma mão, mas já recebeu alta.

O ajudante de construção, Almando Hegner, de 50 anos, explicou ao G1que a família cuidava do cachorro desde filhote. O cachorro ficava preso durante o dia e solto à noite.

“Ela foi soltar ele [cão] à noite, como fazia todos os dias, quando ele agarrou o braço dela. Ela gritou e eu fui forçar a boca do cachorro, para tirar o braço dela, e ele pegou minha mão”, relata.

Após o ataque, o casal correu para dentro de casa e acionou o Corpo de Bombeiros e PM. Conforme a polícia, ao chegar à residência, o animal avançou contra os militares e foi preciso abater o cachorro.

Ataque aconteceu no quintal da família, em Vilhena, RO  — Foto: Eliete Marques/G1

Ataque aconteceu no quintal da família, em Vilhena, RO — Foto: Eliete Marques/G1

“O cachorro tem entre cinco e seis anos. Minha esposa pegou ele filhotinho, dava mamadeira para ele. Ele chegou a morder eu e ela há um tempo atrás. Procurei o Ministério Público e eles falaram para eu procurar a Vigilância Sanitária, mas ela não deixou. Ela gostava muito do cachorro”, lembra Almando.

O casal mora com quatro filhos menores de idades, que nunca sofreram agressões do cachorro, segundo Almando. O ajudante de construção disse que o cachorro é uma mistura das raças pit bull e fila.

A mulher sofreu dilaceração profunda no braço esquerdo, e seu estado de saúde é estável. Ainda não há previsão de alta. O marido recebeu pontos na mão e foi liberado.

>SEDAM QUEIMADAS