Jaru: Radialista Hamilton Alves sofre atentado a tiros na BR 364 – Atualizada

Jaru: Radialista Hamilton Alves sofre atentado a tiros na BR 364 – Atualizada

O radialista Hamilton Alves, apresentador do programa “Abrindo o Jogo” da Rádio Nova Jaru FM, foi vítima de uma tentativa de homicídio na tarde desta sexta-feira (20), durante o trajeto de retorno para sua cidade, Ouro Preto do Oeste, após apresentar seu programa em Jaru.

Hamilton foi alvejado com seis disparos de arma de fogo, por dois elementos que o seguiam em uma motocicleta Honda Titan de cor escura, desde o Município de Jaru. Hamilton foi interceptado e alvejado no momento em que transitava com seu veículo, uma caminhonete Chevrolet S- 10 pelo trecho conhecido como “Curva da Morte”, e  reduzir para passar em um quebra-molas.

Logo em seguida, um dos elementos desceu da garupa da motocicleta para concluir a execução, porém um Policial Militar do 7° Batalhão da cidade de Ariquemes, identificado como Flávio Barbosa de Andrade, que estava transitando pela rodovia acompanhado pela sua família, desceu do seu veículo com arma em punho fazendo com que os criminosos se afugentassem e evadissem rapidamente pelo travessão da linha 614. A motociclista dos criminosos estava com a placa tampada por um pano.

O locutor foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal de Jaru.

Uma equipe medica composto por dois clínicos, um cirurgião e vários enfermeiros se empenharam para estabilizar a vítima, que deu entrada com seis perfurações, sendo uma na boca e cinco no tórax. O paciente necessitou receber três bolsas de sangue e complicados procedimentos emergenciais. Ele sofre de diabetes, o que agravou ainda mais seu quadro.

Após uma grande mobilização de todo hospital, o jornalista foi estabilizado e transportado de ambulância até o aeroporto cedido pelo Grupo Irmão Gonçalves, onde foi embarcado em um avião do Governo do Estado que o transportou para capital.

O veículo do radialista foi recolhido até a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), onde foi submetido a uma perícia técnica.

O delegado de polícia Dr. Renato Batistela, informou que a Polícia Civil já deu início às investigações na tentativa de elucidar o crime.