JARU: Polícia Civil elucida crime e prende acusado de homicídio no Hospital Municipal

JARU: Polícia Civil elucida crime e prende acusado de homicídio no Hospital Municipal

Agentes do SEVIC (Serviço de Investigação e Captura), da Polícia Civil de Jaru, prendeu na manhã desta sexta feira(16), o segundo participante do crime que vitimou Cleocí de Souza. Ela foi assassinada com dois tiros na cabeça, em uma residência localizada no Jardim dos Estados, no mês de agosto deste ano.

Relembre Aqui: 

O acusado Jaderson Lira, recebeu voz de prisão quando estava sendo atendido no Hospital Municipal, após o mesmo ter sofrido um acidente de motocicleta, com a qual ele teria furado dois bloqueios na BR-364, na tentativa de fuga da Polícia.

Jander, como é conhecido, foi capturado pela PRF, e deu um nome falso aos agentes Federais, mas a Polícia Civil foi informada do ocorrido e compareceu ao HM do Município, e deu voz de prisão ao jovem, o qual já havia um mandado expedido em seu desfavor.

Ao ser questionado sobre o crime, o jovem confessou o crime, e disse ter agido sozinho na manhã do homicídio, mas na ocasião, foi visto por testemunhas que, duas pessoas compareceram a casa de Cleocí, e em seguida fugiram em uma motocicleta tomando rumo ignorado, e minutos depois o corpo dela foi encontrado por um inquilino da vítima.

O outro participante do homicídio, foi identificado como Marcos Alexandre, e, segundo os agentes de investigação da Polícia Civil, ele foi preso a cerca de um mês, em uma cidade no interior de São Paulo, porém a prisão não foi divulgada para não atrapalhar as investigações, e breve deverá ser transferido para cumprir sua pena na casa de detenção do Município.

Devido aos ferimentos, e fratura na clavícula sofridos na queda, Jander precisou ser transferido para o HM de Ji-Paraná, e ficará sob custódia da Polícia.

Cleocí de Souza (Vítima)

Janderson Lira (Acusado de ser o autor dos disparos)

 

 

 

Comentários