Homem que foi filmado matando vilhenense a facadas em MT, confessa que motivo do crime foi traição: “o que eu fiz está feito”

Publicada em


Ciúmes e traição, essas foram as motivações que levaram Cicero de Brito Silva a desferir vários golpes de faca e matar Leandro Alves Teles, na tarde de ontem (sábado, 16), na cidade de Campo Novo do Parecis (MT).

Leandro, que era ex-morador de Vilhena, gerenciava uma loja de auto-peças na cidade mato-grossense

Cícero confirmou ao Portal Campo Novo ter sido vítima de traição, e afirmou, ao ser preso. “Essa mulher vai pensar duas vezes em trair alguém agora. O que eu fiz está feito”, disse, referindo-se à esposa, pivô da tragédia.

 

Segundo o portal, após descobrir que sua esposa estava em uma possível relação extraconjugal, Cicero matou o gerente de empresa, Leandro. O crime aconteceu na rua Bahia, em plena luz do dia.

 

De acordo com a Polícia Civil, o desentendimento começou após Cicero encontrar sua esposa com o suposto amante no centro da cidade. Uma discussão começou e teria evoluído para a briga que culminou no esfaqueamento.

 

Golpeado várias vezes por Cícero, Leandro tentou entrar em um estabelecimento comercial, porém não conseguiu, em seguida ele cai ao chão, quando é morto por Cícero de forma brutal.

Por  Folha do Sul