Jaru Online
Jaru, 17 de julho de 2024

Homem é condenado a mais de 17 anos por matar esposa a tiros em Vilhena

Sidney Lima do Carmo, de 40 anos, foi condenado a 17 anos e seis meses de prisão por matar a esposa, Áquila Rebeca, de 19 anos, a tiros, em fevereiro de 2023. O julgamento aconteceu na manhã de quarta-feira (12), na 1ª Vara Criminal de Vilhena (RO).

Sete testemunhas foram ouvidas: três testemunhas de acusação, quatro testemunhas de defesa e uma testemunha em comum entre as partes.

Na época do crime, a Rede Amazônica apurou que Áquila e Sidney, casados desde 2021, teriam entrado em uma discussão por ciúmes. Segundo investigações, Sidney não aceitava o fim do relacionamento.

Segundo testemunhas, Sidney teria saído de casa logo depois da discussão e retornou com uma arma de fogo, quando atirou três vezes contra a esposa.

Após matar a vítima, Sidney foi para o meio da rua e atirou contra a própria cabeça. De acordo com boletim de ocorrência, o suspeito não morreu pelo disparo e foi socorrido em estado grave. Inicialmente ele foi internado no hospital de Vilhena, mas devido aos ferimentos, foi transferido para a cidade de Cacoal (RO).

A Rede Amazônica tenta localizar a defesa de Sidney Lima, condenado por feminicídio.

O corpo de Áquila Rebeca foi sepultado no dia 26 de fevereiro de 2023. Ela era mãe de dois filhos.

G1 RO

COMPARTILHAR