• (69) 99256-3747

Governo de Rondônia é o único que sinaliza apoio a Bolsonaro e flexibiliza restrições

Após o polêmico pronunciamento do presidente da república Jair Bolsonaro, na noite desta terça-feira (24), onde ele criticou a política de isolamento adotada nos estados, o governador de Rondônia, anunciou flexibilização nos decretos  de calamidade pública que restringem circulação de pessoas e atividades do comércio.

Até o momento os governadores dos estados do AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RR, RS, SC, SP, SE e TO, disseram que irão manter o isolamento social.

Em pronunciamento na noite desta quarta-feira (25), o governador Marcos Rocha anunciou que está readequando o decreto de calamidade pública para garantir atividade do setor produtivo do Estado.

Seguindo recomendações do Corpo de Bombeiros, os supermercados deverão adequar-se à nova regras, cada pessoa precisa estar em 5 metros quadrados. Sobre as aulas o governador ressaltou que continuarão suspensas.

A liberação dos serviços atende pedido da classe empresarial.

Confia as atividades liberadas a partir desta quinta-feira (26)

Funerários;

Comércio de produtos que são ligados a agroindústria;

Obras e serviços de engenharia;

Manutenção e limpeza;

Hotéis e hospedaria.

Café da manhã deve ser servido nos apartamentos;

Escritórios de contabilidade;

Materiais de construção;

Restaurantes às margens das rodovias e

Borracharias

Segundo Marcos Rocha a maior parte do comércio vai continuar fechada, pelo menos até a próxima semana, quando acaba o período da quarentena decretada no último dia 20.

Acompanhe o vídeo:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Jaru Online – Todos os direitos reservados