Jaru Online
Jaru, 21 de junho de 2024

Em vídeo, Unir se retrata mais de 7 anos após professor chamar pesquisadora de “sapatona muito doida” e “bostinha”

O vice-reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Juliano Cedaro, publicou um vídeo nesta quarta-feira (03) retratando-se de comentários ofensivos emitidos contra a professora e pesquisadora Sinara Gumieri Vieira. Na publicação, o gestor pede desculpas à educadora.

“A Unir, por meio do seu dirigente máximo, dirige-se diretamente à pesquisadora para lamentar, desculpa-se e se retratar dos fatos ocorridos em outubro de 2016 quando o professor Samuel Milet, do Departamento de Ciências Jurídicas, do Campus de Porto Velho, ofendeu sua pessoa com palavras de desrespeito e desapreço”, relata o vice-reitor.

A produção e veiculação do vídeo faz parte de um acordo firmado entre a Unir e o Ministério Público Federal (MPF), nos meses de abril e agosto de 2023, onde determina, como parte das penalidades, a confecção da retratação.

O caso

caso aconteceu em 2016, quando o professor da universidade, Samuel Milet, teve sua fala, de cerca de 12 minutos, capturada na sala de aula e divulgada. No áudio é possível ouvir diversas palavras e expressões de baixo calão proferidas à pesquisadora da Universidade de Brasília (Unb), Sinara Gumieri Vieira, após a mesma ter ministrado a palestra ‘Por que é preciso falar de gênero no direito?’ durante a Semana de Direito da instituição.

Discordando dos assuntos discutidos durante a palestra, no áudio, gravado por uma aluna da universidade, é possível ouvir o professor chamando a pesquisadora de “vagabunda”, “bostinha”, “sapatona muito doida”, entre outros adjetivos ofensivos..

À época, o áudio foi publicado nas redes sociais e rapidamente ganhou grande repercussão. O caso então foi alvo de denúncias no Ministério Público Federal (MPF).

Acordo com o MPF

Parte de uma série de medidas firmadas no acordo entre o MPF e a Unir, o vice-reitor publicou o vídeo retratando-se das falas e pedindo desculpas à pesquisadora ofendida.

“Saliento que a Unir não compactua com tais atitudes e estamos tomando as medidas cabíveis para evitar esse tipo de situação, seja dentro ou fora da sala de aula”, destacou o vice-reitor.

Além disso, o texto determina que seja realizada uma minuta de cartilha com protocolo de acolhimento e encaminhamento de pessoas que passem por situações de violência, assédio ou importunação; e, também, um cronograma com os eventos relacionados à temática previstos nos programas regulares da Universidade e com a possibilidade de aulas inaugurais sobre o tema.

Durante o vídeo, o vice-reitor, Juliano Cedaro, faz ainda o convite à pesquisadora Sinara Gumieri Vieira para que a mesma venha até o campus da universidade, em Porto Velho, para ministrar uma palestra para a comunidade acadêmica.

Rondoniagora

Enquetes

Em qual destes nomes de pré-candidatos você votaria para prefeito de Jaru nas próximas eleições?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

COMPARTILHAR