Jaru Online
Jaru, 23 de junho de 2024

Casal de tios é condenado por torturar duas crianças de 6 e 4 anos em Cujubim

Imagem Ilustrativa

Um casal foi condenado a mais de 30 anos de prisão por torturar um menino, que na época tinha seis anos e o irmão de quatro anos. As crianças moravam com os responsáveis legais: o tio e a esposa dele. O caso aconteceu em 2022, no município de Cujubim (RO).

De acordo com a sentença, Fernando de Almeida das Neves foi condenado a mais de 38 anos de prisão em regime fechado e Kássia Carolina Idelbrando recebeu uma pena de 34 anos, também em regime fechado.

O menino de seis anos, que foi agredido por Fernando com um cipó após supostamente ter caído de uma escada em casa, chegou a ficar em estado grave em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Porto Velho, de acordo com o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO).

Ainda segundo a sentença, os dois torturavam as crianças por “motivos fúteis“. Além disso, agiam de uma maneira que impossibilitava a defesa dos sobrinhos, que devido à pouca idade, não tinham como se proteger dos ataques.

Relembre o caso

 

Em abril de 2024, a Polícia Militar (PM) foi acionada para atender um chamado na zona rural de Cujubim. Ao final da ligação, o solicitante achou que havia desligado e a atendente relatou que a pessoa disse ter matado uma criança.

Ao chegar no local, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encontrou um menino de 6 anos de idade sem os sentidos e com a respiração comprometida.

Em contato com a tia, responsável pela vítima, ela informou que no final de semana, o menino havia caído de uma escada. Após saber do ocorrido, o tio agrediu o sobrinho com um cipó. O casal era até então responsável legal pelo menino.

No dia seguinte da queda, a mulher contou que a criança amanheceu com os olhos arroxeados, chorando e reclamando de dores. No entanto, eles decidiram não procurar socorro devido as marcas pelo corpo da criança.

Mas, a tia precisou chamar a equipe de socorristas após a criança perde os sentidos e ficar com a respiração comprometida. Após o relato, a mulher recebeu voz de prisão.

O crime foi registrado como omissão de socorro, lesão corporal, tortura e crimes contra a criança e adolescente. Já o tio chegou a fugiu do local levando o irmão da vítima, uma criança de 4 anos, que também era vítima dos “castigos”. Ele foi encontrado e preso no dia seguinte.

Já o menino de 6 anos que foi agredido pelo tio, chegou a ficar internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil Cosme e Damião em Porto Velho.

G1

Enquetes

Em qual destes nomes de pré-candidatos você votaria para prefeito de Jaru nas próximas eleições?

  • Patrick Faelb (PL) (49%)
  • Jeverson Lima (MDB) (43%)
  • Cassia Gomes (Podemos) (6%)
  • Weligton Pereira (NOVO) (3%)

Total de Participantes:: 5.574

Carregando ... Carregando ...

COMPARTILHAR