Jaru Online
Jaru, 19 de junho de 2024

Café Robusta Amazônico é declarado patrimônio cultural e imaterial de Rondônia

Café robusta amazônico é declarado patrimônio cultural de Rondônia — Foto: Reprodução/Diof

Café robusta amazônico é declarado patrimônio cultural de Rondônia — Foto: Reprodução/Diof

O Governo de Rondônia decretou, na última quinta-feira (4), o Café Robusta Amazônico como Patrimônio Cultural e Imaterial do estado. A data coincide com o aniversário de instalação do Estado de Rondônia.

Luciano Brandão, presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), ressalta a importância do reconhecimento do café como patrimônio do estado.

“O café robusta vem se destacando como um café especial de bebida. O Governo do Estado, por meio da Seagri, Idaron, Emater, vem trabalhando nessa cadeia importante, levando fomento, entrega de mudas melhoradas, levando assistência técnica e orientação para que nossos produtores produzam com qualidade e com sustentabilidade. Dessa forma o nosso café está sendo reconhecido através do Concurso de Qualidade no Estado de Rondônia, o Concafé, e os produtores que participam desse concurso têm como objetivo produzir café com qualidade”.

Brandão também conta que com a valorização do café no estado, os robustas amazônicas estão sendo reconhecidos nacional e internacionalmente.

“O nosso café poucos anos atrás era tido como café ruim, que não dava bebida, e hoje nós temos baristas nacionais e internacionais procurando robustas amazônicos para que esse café seja distribuído e ofertado para os principais mercados consumidores nas principais cafeterias do Brasil e do mundo”.

Conilon + Robusta

 

Os robustas amazônicos são resultado do cruzamento dos cafés Conilon e Robusta especialmente selecionados. A qualidade da bebida extraída a partir dessa junção rendeu a ele a primeira Indicação Geográfica com Denominação de Origem (DO) para café canéfora sustentável.

O relatório do Exame de Mérito realizado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) descreve o perfil sensorial do café como: doce, chocolate, amadeirado, frutado, especiaria, raiz e herbal. “Uma nova ótica sensorial com paleta específica e característica dos cafés canéfora”.

Café premiado

 

Empresários de 11 países participam, até o dia 2 de setembro, da 3ª rodada do Exporta Mais Brasil, que acontece em Cacoal (RO). De acordo com os organizadores do evento, o objetivo desta edição é apresentar o café Robusta Amazônico.

G1 RO

Enquetes

Em qual destes nomes de pré-candidatos você votaria para prefeito de Jaru nas próximas eleições?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

COMPARTILHAR