Bancários de Rondônia aprovam proposta da Fenaban e encerram a maior greve da história

Bancários de Rondônia aprovam proposta da Fenaban e encerram a maior greve da história

Os bancários decidiram, há poucos minutos, em assembleia geral realizada na sede do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO), aprovar, por ampla maioria de votos, a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que, na noite de ontem (5/10), em reunião com o Comando Nacional dos Bancários, em São Paulo, apresentou um acordo de dois anos que prevê 8% de reajuste mais abono de R$3,5 mil, para este ano. No vale-alimentação o reajuste proposto é maior, de 15% e no vale-refeição e no auxílio creche/babá é de 10%. Para 2017, a Fenaban aceitou repor integralmente a inflação (INPC) mais 1% de aumento real nos salários e em todas as verbas. A proposta prevê ainda o abono total dos dias parados nesta que foi a maior greve dos últimos 25 anos, com 31 dias de duração em todo o país.

Em Rondônia a greve se encerrou com um número expressivo de agências fechadas até esta quinta-feira, 6/10, com 119 das 130 agências existentes no Estado fechadas, índice de mais de 91% de adesão.

Dentro da Campanha Nacional deste ano, a defesa do emprego estava entre as prioridades, sendo tema constante de debate com a Fenaban.  Neste sentido, a negociação conquistou a instalação de um Centro de Realocação e Requalificação Profissional nos bancos. Com participação bipartite, o projeto vai buscar realocar os funcionários ameaçados pela reestruturação em um determinado local, criando possibilidades de serem transferidos para outras áreas da própria instituição e assim evitar demissões.

“É lógico que este não é o acordo que almejamos, que não é a proposta que buscamos desde o início, mas temos que estar cientes que estamos num momento em que a conjuntura política e econômica do país afeta diretamente a nossa mobilização. Não vamos obter os índices salariais que desejamos, mas diante de tantas dificuldades, de tantas barreiras, e com todas as cláusulas mantidas, com alguns avanços em outros pontos da nossa pauta de reivindicação, com a anistia total dos dias parados e com a proposta que já garante um ganho real para o próximo ano, esta é, certamente, a proposta possível para a categoria”, avaliou José Pinheiro, presidente do Sindicato e membro do Comando Nacional dos Bancários.

PROPOSTA DOS BANCOS

* Reajuste de 8% e abono de R$ 3.500,00 em 2016.

* Reposição integral da inflação (INPC/IBGE), mais 1% de aumento real em 2017 para os salários e todas as verbas.

* PLR 2016

PLR regra básica – 90% do salário mais R$ 2.183,53 limitado a R$ 11.713,59. Se o total ficar abaixo de 5% do lucro líquido, salta para 2,2 salários, com teto de R$ 25.769,88

PLR parcela adicional – 2,2% do lucro líquido dividido linearmente para todos, limitado a R$ 4.367,07.

Antecipação da PLR – Primeira parcela depositada até dez dias após assinatura da Convenção Coletiva. Regra básica – 54% do salário reajustado em setembro de 2016, mais fixo de R$ 1.310,12, limitado a R$ 7.028,15 e ao teto de 12,8% do lucro líquido – o que ocorrer primeiro. Parcela adicional equivalente a 2,2% do lucro líquido do primeiro semestre de 2016, limitado a R$ 2.183,53.

PLR 2017

Para PLR e antecipação da PLR- mesmas regras, com reajustes dos valores fixos e limites pelo INPC/IBGE de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1%, com data de pagamento de pagamento final até 01/03/2018.

* Pisos 2016

Piso portaria após 90 dias – R$ 1.487,83.

Piso escritório após 90 dias – R$ 2.134,19.

Piso caixa/tesouraria após 90 dias – R$ 2.883,01 (salário mais gratificação, mais outras verbas de caixa).

* Vales e Auxílios 2016

Auxílio-refeição – R$ 32,60.

Auxílio-cesta alimentação e 13ª cesta – R$ 565,28.

Auxílio-creche/babá (filhos até 71 meses) – R$ 434,17.

Auxílio-creche/babá (filhos até 83 meses) – R$ 371,43.

Gratificação de compensador de cheques – R$ 165,65.

Requalificação profissional – R$ 1.457,68.

Auxílio-funeral – R$ 978,08.

Indenização por morte ou incapacidade decorrente de assalto – R$ 145.851,00.

Ajuda deslocamento noturno – R$ 102,09.

Vale-Cultura, valor de R$50,00, mantido até 31/12/16.

* 2017 – Os valores vigentes em 31/08/2017 serão reajustados pelo INPC/IBGE de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1%.

Comentários