Jaru Online
Jaru, 28 de maio de 2024

Acre amanhece com mais de 20 mil pessoas atingidas pela enchente

O Acre amanheceu neste domingo (2/4) com 20.247 pessoas atingidas pelas cheias de seus rios. Só em Rio Branco, 2.018 pessoas tiveram que deixar suas casas. Em todo o estado, 3.502 pessoas estão desabrigadas e 11.655 estão abrigadas em casa de parentes, ou morando em imóveis alugados.

O Corpo de Bombeiros do Acre, que vem fazendo um trabalho espetacular, no que se refere a atendimento aos atingidos pelas águas, publicou na manhã de hoje vários boletins, onde mostra a situação da enchente em todo o Acre.

Em Rio Branco, 90 bairros foram alagados pelas águas do Rio Acre. A prefeitura de Rio Branco já providenciou 29 abrigos para famílias que não tem para onde ir. São 33 equipes do Corpo de Bombeiros nas ruas da capital acreana ajudando as famílias afetadas.

O prefeito Tião Bocalom vem percorrendo várias regiões na cidade e na zona rural de Rio Branco. Durante a manhã deste sábado (1/4), Bocalom, acompanhado do coronel Cláudio Falcão, coordenador de Defesa Civil Municipal e vereadores da capital, visitou bairros atingidos pela cheia do Rio Acre, em embarcação da Marinha do Brasil.

A assessoria de comunicação da prefeitura de Rio Branco disse ao ContilNet que seis bairros próximos ao rio foram visitados: Cidade Nova, Quinze, Taquari, Base, Aeroporto Velho e Ayrton Senna.

A vice-governador Mailza Assis se antecipou e reuniu uma equipe do governo neste sábado (1/2), na sede do Corpo de Bombeiros para avaliar e redefinir os caminhos que serão tomados com a população abrigada após a vazante do rio Acre, diz um trecho da reportagem publicada no site oficial do Governo do Acre.

Mailza também esteve no município de Assis Brasil neste sábado (1/4), onde acompanhou a entrega de cestas básicas, medicamentos e produtos de higiene e limpeza à famílias indígenas atingidas pela cheia do Rio Iaco.

Em Brasiléia, 8.482 pessoas estão desalojadas e 464 famílias estão em abrigos providenciados pela prefeitura. A prefeita Fernanda Hassem cancelou vários compromissos que tinha em Brasília para continuar dando assistência às milhares de pessoas que foram afetadas pelas águas do Rio Acre.

No município de Xapuri 545 pessoas estão desalojadas e 118 desabrigadas. Os bairros atingidos foram quatro, segundo informe do Corpo de Bombeiros. O Rio Iaco começou a baixar neste domingo ((24), e as 71 pessoas que estão desabrigadas já começam a ter esperança de retornarem às suas casas. Cinco bairros foram atingidos, desabrigando 118 pessoas em Sena Madureira.

O Rio Acre também deixou 550 pessoas desalojadas em Epitaciolândia. Cinco bairros foram atingidos e 412 pessoas tiveram que sair de suas casas.

CONTILNET


COMPARTILHAR