WhatsApp vai perguntar se você quer fazer parte de um grupo

WhatsApp vai perguntar se você quer fazer parte de um grupo
ELETROSSOL NORTE JARU Instalação energia solar

Você sabe como é: se alguém tem o seu número, decide criar um grupo no WhatsApp e te incluir, não tem muito o que fazer senão passar pelo constrangimento de sair logo em seguida caso a conversa não te interesse. Parte do constrangimento poderia ser evitado se o aplicativo perguntasse se você aceita entrar na conversa. E é justamente isso o que os desenvolvedores estão testando para uma próxima versão do app.

site WABetaInfo, que frequentemente antecipa as novidades do WhatsApp, publicou nesta terça-feira (12), que a próxima versão de teste do aplicativo no iOS terá a funcionalidade que permite avaliar a entrada em grupos. O Android também deve receber a opção em breve.

O recurso, basicamente, é uma configuração na qual você decide quem pode te incluir em grupos. Há as opções “Todo mundo”, “Meus contatos” e “Ninguém”. Para ativar o sistema de convites para grupos no WhatsApp é preciso acessar os Ajustes > Conta > Privacidade > Grupos.

Capturas de tela no iOS que mostram opções de privacidade para grupos no WhatsApp

Imagem:WABetaInfo

O site afirma que se você escolher a opção “Ninguém”, sempre que algum administrador tentar te incluir em um grupo você será alertado. Esse alerta irá perguntar se você aceita ou rejeita o convite para entrar no grupo e aparentemente é válido por 72 horas – ele aparecerá como uma conversa, com os botões “Aceitar” ou “Rejeitar”.

Se você escolher a opção “Meus contatos”, essa notificação só será enviada quando alguém fora da sua lista de conhecidos tentar te adicionar em uma conversa.

Não ficou claro se o administrador do grupo receberá uma notificação caso a entrada no grupo seja rejeitada – é possível que ele perceba que você não se juntou à conversa, mas ainda não há informações sobre um alerta para isso.

Outra mudança no aplicativo está sendo testada na aba “Status”. De acordo com o Mashable, o aplicativo passará a utilizar um algoritmo para decidir a relevância das histórias publicadas ali. A mudança já está valendo para alguns usuários do Brasil, Espanha e Índia.

Comentários