CERON OLHO GATO 728-X-90-px

Soldado que matou sargento promete se apresentar à polícia em 48 horas

Soldado que matou sargento promete se apresentar à polícia em 48 horas

SEGURANÇA Publica_728x90

O soldado B. Filho, da Polícia Militar, que matou o sargento da PM José Carlos a tiros, na noite desta quarta-feira (21) no bairro Jardim Marajoara, em Várzea Grande, deve se entregar à polícia em 48 horas. De acordo com a Polícia Civil a informação foi repassada pelo advogado do soldado ao delegado que cuida do caso.

Leia mais:
Sargento da PM é morto por soldado após tentar invadir a casa da ex-mulher

José Carlos teria tentando invadir a casa da ex-companheira, que mantinha uma relação com o soldado. O sargento arrombou a porta e mesmo após os pedidos para que fosse embora ele insistiu em ficar. Os dois acabaram se desentendendo e o soldado efetuou quatro disparos contra o sargento. Após o assassinato ele fugiu.

A Polícia Civil informou que a investigação será feita em conjunto com a Polícia Militar, já que além de um inquérito criminal será aberto um inquérito militar, a ser investigado pela Corregedoria da PM.

O inquérito criminal é conduzido pelo delegado Marcelo Jardim, da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). O advogado do soldado teria informado o delegado que seu cliente deve se apresentar à polícia em 48 horas.

>SEDAM QUEIMADAS