Rondônia registra três vezes mais focos de queimadas nas duas primeiras semanas de julho

Publicada em


números são em comparação com o mesmo período do ano passado. Entre os dias 1 e 14 de julho de 2021 o estado teve mais de 240 focos de fogo.

Queimada em Rondônia — Foto: BBC

Rondônia registrou mais de 240 focos de queimadas nas primeiras duas semanas de julho, segundo dados coletados pelo satélite de referência do Instituto de Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O número é três vezes maior que o do mesmo período do ano passado, quando foram registrados 81 focos de fogo.

A última terça-feira (13) foi o dia que com o maior número de queimadas desde o início do mês, tendo sido captados 46 focos no estado.

Dos 52 municípios de Rondônia, Porto Velho é o que mais registrou queimadas, sendo responsável por cerca de 36,9% de todos os focos captados pelo satélite no período. Candeias do Jamari fica em segundo lugar, tendo 8,6% de todas as queimadas em Rondônia.

  1. Porto Velho – 90 focos
  2. Candeias do Jamari – 21 focos
  3. Alto Paraíso – 17 focos
  4. Machadinho D’Oeste – 14 focos
  5. Rio Crespo – 10 focos