Resumo do que rolou no Grammy 2017

Resumo do que rolou no Grammy 2017

Cara, esse domingo não foi um dia fácil pra mim. Meu carro estragou a 200km de casa, atrasei minha volta da praia em algumas horas, e acabei perdendo boa parte do Grammy.

MAS EU JAMAIS DEIXARIA ISSO ME ABALAR, então aqui está o que eu consegui ver do oitavo evento mais aguardado do ano!

O Grammy ainda está longe de ser um Oscar em questão de organização. Um discurso foi cortado no meio, tocaram música errada, enfim, tivemos algumas cagadinhas.

Porém, vamos focar no evento e suas peculiaridades. Quando eu liguei a TV o bicho já tava pegando, mas consegui recuperar imagens da reação dos fãs nos primeiros prêmios da noite…

Também temos imagens recuperadas do tapete vermelho, com diversos looks extremamente elegantes, tipo esse:

Ou então esse:

“Eu não preciso ganhar um prêmio se eu for o prêmio”, disse o C3PO negro.

E o que dizer desse sorriso?

A galera pega pesado.

O Grammy teve um monte de show. Eu perdi metade mas cheguei a tempo de ver o show mais loco do ano:

Foi nesse momento que meu pipi ficou durinho pela primeira vez na noite. Não sexualmente, apenas por empolgação mesmo.

Essa mulher parecia que tava olhando pra dentro da minha alma. Beyoncé hoje é a única pessoa que pode fazer um show conceitual sobre maternidade que dura umas duas horas no meio do Grammy e todo mundo tá de boa com isso.

O que me deu mais agonia foi ela ter confiado cegamente nessa cadeira:

SAI DAÍ MULHER TU VAI CAIR! ESSA NÃO É A CADEIRA DO HOMER SIMPSON!

Depois disso tivemos Bruno Mars, a única pessoa que é um action figure dele mesmo:

Depois tivemos QUEITE PERRE mostrando a realidade americana:

“HOLA SEÑOR TRUMP, PUEDE ME PASAR LA PELOTA?”

Depois disso tivemos o Cristiano Ronaldo dos Grammys. ADELES chegou com tanta autoridade que ela assumiu o posto de diretora da porra toda e mandou parar. Nossas câmeras exclusivas registraram o momento:

Foi isso mesmo que ela disse. Depois esclareceu tudo e mandou recomeçar:

Ela provavelmente teve que pagar hora extra pra banda.

Ainda tivemos o show que fez meu pipi ficar durinho pela segunda vez na noite:

Mano, se colocar a LEIDE GAGA no vocal do Exaltasamba ela vai meter o loco e levantar a galera. Aliás, ela parece mais integrante do Metallica do que os próprios integrantes:

O microfone do James (pronuncia-se RAMES) não funcionou durante metade da música, mas a Leide segurou de boa sozinha.

É oficial: você já pode ser hétero e curtir a Leide Gagas de boas.

Falando em metal, vamos ao momento que o Grammy anunciou o Megadeth como vencedor e tocou uma música do Metallica:

 

Grammy e seus vacilos.

Mano eu só sei que eu tava cansadaço e acidentalmente acabei cochilando por umas 9 horas. Portanto as imagens a seguir eu não vi ao vivo, então vou CHUTAR o que pode ter acontecido.

Aqui vemos Fernanda Lima sentada no colo de um tiozão enquanto um cara reclama que tão no lugar dele:

Aqui temos um menino de uns 14 anos recebendo o prêmio com seus guarda-costas:

Aqui temos alguns integrantes do CIRQUE DU SOLEIL:

Aqui vemos Ludmilla e PC Siqueira:

E aqui vemos Rihanna que levou goró escondido pra festa:

No fim, ADELENS ganhou seu Grammy de número 675 e decidiu que ia dar metade pra Beyoncé e foi lá e quebrou a parada no meio:

Imagina o churrasco que as duas tão fazendo hoje pra comemorar.

Dadas as circunstâncias acredito que tenha conseguido reunir bastante coisa. Daqui umas semanas tem Oscar, aguardem com as genitálias na mão.

Comentários