Recém-nascido sobrevive após ser abandonado dentro de tubulação de esgoto

Recém-nascido sobrevive após ser abandonado dentro de tubulação de esgoto

Uma recém-nascida conseguiu sobreviver após ter sido abandonada dentro da tubulação da cidade de Porto Elizabeth na África do Sul. A bebê estava ao lado de uma colônia de formigas quando foi encontrado por Charmaine Keevy, 63 anos, e Cornie Vilijoen, 60 anos.

Charmaine estava levando seu cachorro para passear quando o cão começou a latir para uma rede de drenagem. A mulher então ouviu um barulho e a princípio achou que era um gato miando, mas quando se aproximou ela ouviu um bebê chorando de dentro dos tubos de concreto!

Mas havia uma laje por cima do tubo, impedindo o acesso. Então, Charmaine começou a pedir ajuda no meio da rua até que o motorista Cornie Viljoen parou e com uma barra de ferro que havia em seu carro eles conseguiram levantar a laje e viram a bebê. Cornie teve que descer quase dois metros para resgatar a pequena. E assim que ele desceu e pisou na tubulação percebeu que havia uma colônia de formigas vermelhas no local.

O local da tubulação era apertado e para chegar até a bebê, Cornie precisou ir se arrastando. “As formigas vermelhas moderam minhas pernas inteiras e então eu senti a perninha da bebê e a vi! Eu percebi que estava diante de um crime, então tirei uma foto para mostrar a polícia e peguei a bebê. Como eu não sabia se ela estava machucada, eu tentei pegá-la com muito cuidado. Ela era muito pequenininha e precisava de cuidados urgente! Por sorte, a bebê estava em uma parte mais baixa do tubo e as formigas estavam mais em cima e não tinham chegado até ela”, contou Cornie em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

Uma ambulância foi chamada para atender a pequena. “Eu não sei como alguém poderia fazer isso com um bebê, mas eu me sinto grato por ter conseguido salvá-la! Assim que peguei a bebê, eu pedi para a Charmaine ligar para a emergência”, recorda-se Cornie.

Assim que a ambulância chegou a bebê foi encaminhada para o hospital Dora Nginza Hospital. De acordo com o secretário de saúde da cidade, Sizwe Kupelo, a bebê estava sofrendo com hipotermia e problemas respiratórios quando foi encontrada e ela ainda estava com o cordão umbilical.

A policial Priscilla Naidu acredita que o único jeito da bebê ter ido parar dentro da tubulação foi se alguém removeu a laje de concreto e colocou a pequena lá dentro. “Nós estamos tentando encontrar mais testemunhas para entender o que aconteceu e quem fez isso com a bebê”, contou Priscilla ao jornal britânico Daily Mail.

Charmaine não acredita que a mãe da bebê a tenha colocado lá sozinha. “Eu não sei se a mãe teve participação nisso ou não. Mas eu sei que é impossível uma mulher que tenha acabado de dar à luz conseguir levantar uma laje de concreto! Precisou eu e um homem forte com uma barra de ferro para levantar a barra e resgatar a bebê”, contou Charmaine ao Daily Mail.

Charmaine também falou sobre o momento em que encontrou a bebê. “Eu honestamente acredito que Deus me fez encontrar esta bebê. Eu geralmente não faço esse caminho quando vou levar meu cachorro para passear, mas hoje eu simplesmente decidi fazer”.

A bebê está sendo tratada no hospital e já consegue respirar sem a ajuda de aparelhos. “As enfermeiras me disseram que ela ficará bem”, disse Cornie.

A equipe do hospital decidiu chamar a bebê de Grace April (que quer dizer Graça de Abril).

A assistente social Pamela Rubushe, responsável pelos cuidados com a bebê, acredita que ela ficou abandonada na tubulação por algumas horas. O caso está sendo investigado.

Veja algumas imagens da bebê sob os cuidados da equipe médica:

Foto: Reprodução Daily Mail – Esta recém-nascida foi encontrada dentro de uma tubulação!

Foto: Reprodução Daily Mail – A recém-nascida sob os cuidados da equipe médica

Comentários