Raio cai em aldeia, mata garota indígena e fere pajé, esposa e outra filha

Raio cai em aldeia, mata garota indígena e fere pajé, esposa e outra filha

Uma adolescente indígena de 15 anos, identificada como Irinete Sabanê, morreu na tarde de ontem, após ser atingida por um raio na aldeia Aroeira, que fica a 20 km de Vilhena, já no Estado do Mato Grosso. Uma professora de Vilhena, que acaba de retornar do velório da garota, deu detalhes do episódio.

 

Segundo a entrevistada, após passar alguns dias com o filho internado no Hospital Regional de Vilhena, Irinete retornou para a aldeia. Ontem à tarde, durante um temporal, ela foi fechar a porta da casa de madeira, onde estava em companhia de outros familiares.
A descarga elétrica teria atingido também a irmã mais nova de Irinete, uma menina de 14 anos, identificada como Marinete. Os pais das duas garotas, o pajé Simão Sabanê e sua esposa, Marlinda, também receberam o choque, mas não se feriram.
As irmãs Sabanê foram trazidas para Vilhena, mas Irinete já chegou sem vida ao Hospital Regional. A irmã dela continua internada na unidade, mas não corre risco de morrer.

Comentários