Presos serram grades e fogem do presídio 470 em Porto Velho

Presos serram grades e fogem do presídio 470 em Porto Velho

Três apenados fugiram da Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho (470) na madrugada desta quinta-feira (15), em Porto Velho. Conforme a Secretaria Estadual de Justiça (Sejus), os detentos Augusto César Ferreira, Jaime Cavaleiro Gomes e Robson Vidal de Almeida conseguiram serrar uma das grades da cela possivelmente com lâminas de barbear.

O trio teria, então, escalado e pulado os três alambrados em forma de cerca e escapado. Até o fechamento desta publicação, os foragidos não foram encontrados.

Os detentos foragidos Augusto César Ferreira, Robson Vidal de Almeida e Jaime Cavaleiro Gomes, respectivamente. — Foto: Divulgação/Sejus

Os detentos foragidos Augusto César Ferreira, Robson Vidal de Almeida e Jaime Cavaleiro Gomes, respectivamente. — Foto: Divulgação/Sejus

De acordo com a Sejus, a fuga segue sob investigação e há evidências que os presos usaram lâminas de barbear para serrar a grade. Um dos foragidos, o Robson, já participou de fugas em outros presídios.

Tentativa de fuga

Há cinco meses, cerca de 150 apenados tentaram fugir de um dos pavilhões do presídio 470. À época, os presos conseguiram serrar as grades das celas e tentaram fazer um dos agentes penitenciários plantonistas de refém.

Na ocasião, conforme imagens recebidas pelo Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), os detentos atearam fogo nos colchões de duas celas. Parte das celas do pavilhão foram danificadas pelos presos durante a confusão.

Quatro detentos foram alvejados por bala de efeito moral. Eles apresentavam ferimentos nas costas e nas pernas e receberam atendimento médico. Para conter as chamas, duas equipes do Corpo de Bombeiros se deslocaram ao presídio. Não houve registro de feridos pelo fogo.

Histórico

Essa não é a primeira vez que presos fogem da unidade prisional. Em dezembro do ano passado, 12 detentos conseguiram escapar pela mata próxima do presídio.

Em março do mesmo ano, sete presidiários fugiram da penitenciária. No mês seguinte, foi registrada uma tentativa de fuga de cinco apenados. Um preso morreu e quatro ficaram feridos.

Comentários