Polícia faz operação cinematográfica no Rio Madeira

Polícia faz operação cinematográfica no Rio Madeira

Policiais militares do Batalhão Ambiental em duas embarcações e com o apoio do helicóptero do Núcleo de Operações Aéreas (NOA) em operação na noite de quarta-feira (13) pelo leito do Rio Madeira na região da Usina Santo Antônio, em Porto Velho, dentro do limite proibido, flagraram várias embarcações em deslocamento vindo das comportas da Usina Hidroelétrica de Santo Antônio, sendo possível abordar apenas uma embarcação devido a extensão do rio e dificuldade da abordagem.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais ao chegarem perto da  embarcação, os suspeitos empreenderam fuga realizando diversas manobras perigosas pelo meio do Rio Madeira, chegando quase a colidir com o barco de passeio turístico, causando grande perigo para todas as pessoas que navegam no rio, configurando a contravenção penal do artigo 34, além de dificultar o serviço da Polícia Militar.

Os militares afirmam no boletim de ocorrência que foi necessário o uso de equipamentos menos letais, sendo lançadas duas granadas de gás de pimenta pela equipe do Núcleo de Operações Aéreas e em ato contínuo as duas embarcações da Polícia ambiental conseguiram parar a embarcação e dar voz de prisão pelo crime de pesca ilegal em local proibido, conforme o que prevê o art. 34 do decreto federal 9.605/98 combinado com a Portaria 228/2015/GAB/SEDAM e também direção perigosa aos  suspeitos identificados como Sirinei P. S., 37, e Jorge Luiz S. S., 21.

Foram apreendidos com eles uma malhadeira de 50 metros de comprimento e cinco metros de altura de 23 centímetros, conforme Termo de apreensão e depósito nº 002188 depositados n Batalhão Ambiental

 

Comentários