Pedreiro mata namorada idosa de 69 anos a pauladas e alega ciúmes para cometer a covardia

Publicada em


O bárbaro crime aconteceu no bairro Liberdade no município de Ouro Preto do Oeste, sendo o crime descoberto após o genro da vítima chegar na residência e encontrar a sogra deitada no sofá toda ensanguentada.

Rapidamente ele ligou para o 190 e informando o fato, com brevidade uma Guarnição de Rádio Patrulha foi determinada para ir até o local, onde chegou e constatou os fatos e solicitaram uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros para poder constatar o óbito da vítima.

A testemunha contou que no período da tarde estava na residência com outras pessoas, inclusive o suspeito e a vítima e depois foram embora e depois de alguma horas o genro recebeu uma ligação dando conta que o suspeito teria ido até uma residência e uma conhecida dizendo que precisava se esconder e o logo ele foi até a casa a encontrando o imóvel todo fechado e resolveu arrombar a porta e encontrando o corpo da vítima.

A Polícia Militar isolou a área do crime, realizou o registro da ocorrência. A perícia fez os trabalhos de praxe sendo verificado que a vítima tinha várias lesões na cabeça e do lado de fora foi encontrado um pedaço de madeira sujo de sangue. A vítima foi identificada como Iracema Antunes da Costa, 69 anos, que era namorada de Antônio Camilo da Silva de 65 que se apresentou com um advogado na tarde desta sexta-feira (10), e por apresentar espontaneamente e não cabia mas a prisão em flagrante, Antônio Camilo foi liberado.

Em seu depoimento, Antônio Camilo, contou que vivia um namoro conturbado e de muitos ciúmes e resolveu matar a namorada. Relatou ainda que no primeiro golpe, Iracema sequer gritou, quando efetuou outros dois golpes de misericórdia para finalizar o crime bárbaro e fugiu do local.

Fonte: Plantãocentral.com