Mortes por coronavírus sobem 216% em Vilhena, RO, no mês de julho

Publicada em


O município de Vilhena (RO), no Cone Sul, registrou um aumento de 136% no número de casos do novo coronavírus e crescimento de 216% de óbitos durante o mês de julho. Os dados são da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau)

Segundo o indicativo da Sesau, em 1° de julho a cidade vilhenense tinha 550 casos confirmados da Covid-19. Já no último balanço, de 29 de julho, Vilhena contabilizava 1.300 registros positivos à doença.

Dos 1.300 casos da doença, a secretaria afirma que 901 pacientes estão curados e mais de 300 estão enquadrados como casos ativos (ou seja, são portadores do vírus).

O balanço do estado indica que a cidade soma 19 óbitos decorrentes do novo coronavírus, sendo que 13 deles foram registrados somente em julho, o maior recorde mensal desde março. Até 1°de julho, Vilhena tinha 6 mortes pela doença.

Segundo a prefeitura, Vilhena apresenta uma média de disseminação do novo coronavírus maior que a média estadual. A quantidade de moradores com o novo coronavírus que passa a doença para outros cresceu nos últimos 20 dias.

Por causa da alta taxa de contaminação em Vilhena, a administração municipal alterou normas de prevenção à Covid-19.

Isso porque a cidade está no limiar de um lockdown, e o descumprimento por parte da população de regras básicas de prevenção ao vírus estaria aumento a taxa de contaminação na cidade.

fonte: g1.globo