Ministério Público de Goiás pede prisão do médium João de Deus

Ministério Público de Goiás pede prisão do médium João de Deus

O MP-GO (Ministério Público de Goiás) pediu nesta quarta-feira (12) a prisão do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus.

Até às 17h desta terça-feira (11), o MP já havia realizado o atendimento a 206 mulheres que afirmam ter sido abusadas sexualmente pelo médium.

Pela manhã, João de Deus apareceu pela primeira vez após as denúncias contra ele virem à tona. Ele fez uma visita de menos de 10 minutos à sala de atendimento e retornou.

Em declaração, o médium agradeceu a Deus e afirmou que quer cumprir a lei brasileira. “Estou nas mãos da Justiça. O João de Deus ainda está vivo”, declarou ele, que garante ser inocente.

Fonte:R7

Comentários