Microsoft registra patente de bot que imita pessoas que já morreram

Publicada em


Isso é muito Black Mirror

Microsoft acaba de registrar uma patente que permite que a empresa crie um chat bot que simule indivíduos que já morreram usando “imagens, dados de voz, posts de redes sociais, mensagens eletrônicas” e outros dados pessoais.

Com isso, seria possível que o programa simulasse uma pessoa específica que pode ser uma representação passada ou presente de alguém como “amigo, parente, conhecido, celebridade, personagem fictício, figura história, entidade aleatória, etc”, segundo a descrição da patente. A empresa também especificou que um usuário pode fazer um chat bot de si mesmo e treiná-lo para ser um substituto em caso de morte.

Com esse programa seria então possível teoricamente possível conversar por voz ou texto com uma simulação de uma pessoa querida, ou até com um modelo 2D ou 3D gerado através de imagens e vídeos do indivíduo em questão.

Se você acha que a ideia é “muito Black Mirror“, talvez tenha a ver com o fato que “Be Right Back”, o primeiro episódio da segunda temporada da série de Charlie Brooker, é justamente sobre uma mulher de luto (Hayley Atwell) que tenta superar a perda conversando com um chat bot do namorado que morreu.

Entretanto, é importante destacar que o registro da patente não quer dizer necessariamente que o produto está perto de ser desenvolvido e nem mesmo que vai ser comercializado. Ainda não dá para dizer que o futuro previsto em Black Mirror vai mesmo se concretizar.

 

Fonte: jovemnerd.com