Médicos tentarão implantar prótese em criança que perdeu a mão em explosão de bomba

Médicos tentarão implantar prótese em criança que perdeu a mão em explosão de bomba
ELETROSSOL NORTE JARU Instalação energia solar

Segue estável o quadro de saúde do menino Lucas Matheus, 9 anos, que teve a mão direita amputada após uma bombinha estourar no momento em que ele brincava na esquina da Rua Bom Jesus com a Rua Genebra, Bairro Monte Sinai, na Zona Sul de Porto Velho. Ele está internado no Hospital Infantil Cosme e Damião desde o dia a última terça-feira (1º).

De acordo com a direção da unidade de saúde, a criança está em observação na enfermaria, mas ainda não há previsão de alta. Uma equipe da ortopedia do Hospital Santa Marcelina está no Cosme e Damião realizando os procedimentos para fazer um implante de uma prótese.

Ao RONDONIAGORA, familiares da vítima contaram que Lucas teria passado o final de semana brincando de estourar bombinhas junto com outras crianças. Dias antes, um familiar do menino teria dado dinheiro para ele comprar pão, mas acabou comprando as bombinhas.

Ainda de acordo com relatos de familiares, a criança contou para a mãe que estava na esquina de casa quando um homem desconhecido se aproximou e deu a bomba a ele. Lucas acendeu, mas não teve tempo de jogar e o artefato explodiu na mão dele.

A versão foi confirmada por um comerciante, que preferiu não se identificar, e relatou que o homem desconhecido teria comprado fósforo em seu comércio, acendeu duas bombas e uma delas ele entregou para Lucas.

As câmeras de segurança do estabelecimento comercial registraram o exato momento em que a criança corre com a bomba acesa na mão e também o momento da explosão. O homem relatou que a criança entrou em desespero e várias pessoas correram para ajudá-lo. Ele foi levado às pressas para o Pronto-Socorro João Paulo II. Os médicos ainda tentaram reconstituir o membro, mas não foi possível e teve que ser amputada. Um dos dedos de Lucas foi arrancado no momento da explosão e um cachorro teria comido o dedo do garoto.

Comentários