Maratona de reuniões marca luta da bancada federal contra aumento na tarifa de energia

Maratona de reuniões marca luta da bancada federal contra aumento na tarifa de energia

A bancada federal de Rondônia, que é composta por oito deputados federais e três senadores, está travando uma verdadeira batalha contra o aumento na tarifa de energia nos últimos dias em Brasília.
O coordenador da bancada federal, deputado Lucio Mosquini, explicou que a bancada não tem medido esforços, para tentar derrubar o aumento. “Fiz muita questão que estivessem conosco nesta luta, representantes do MPF, MPE, Tribunal de justiça, OCB, SPC Brasil pela CDL, Francisco Holanda e Dr. Gabriel Tomasete, representado as entidades que fazem parte do movimento contra o aumento da energia elétrica”.
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), chegou a divulgar na imprensa, que após a privatização das Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), arrematadas em leilão pela empresa Energisa, deveria ocorrer uma redução tarifária de 1,7%, em Rondônia, fato que não ocorreu.
“Sentamos com o diretor geral da Aneel, André Pepitone, e explicamos o impacto econômico negativo que esse aumento trouxe a população de Rondônia. Também estivemos com o Vice Presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região – TRF1, Desembargador Federal Kassio Marques, pedindo que nos ajude a frear esse aumento”.
Nesta quarta-feira (20/02) a bancada federal se reuniu com o Ministro Bento Albuquerque Júnior, a reunião aconteceu no Ministério de Minas e Energia, e contou também com a presença de oito deputados estaduais, que foram representados pelo presidente da ALE, deputado Laerte Gomes. O Ministro pediu um prazo de 24 horas, informando que se reunirá com sua equipe técnica, para estudar o problema e apresentar seu parecer.
“Levamos nossa luta até a Casa Civil. Recebemos a notícia que a Aneel irá realizar uma nova audiência para deliberar sobre o aumento, ainda é cedo para assegurar que a tarifa será reduzida, mais vamos continuar lutando e defendendo o povo de Rondônia”, Lucio Mosquini deputado federal.

Comentários