Mais de 30 multas foram aplicadas em 2018 por queimadas em Ji-Paraná

Mais de 30 multas foram aplicadas em 2018 por queimadas em Ji-Paraná

Até o momento, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) contabilizou cerca de 30 multas por queimadas aplicadas em Ji-Paraná (RO), município a pouco mais de 370 quilômetros de Porto Velho. Segundo o órgão, as penalidades variam de R$ 200 a R$ 200 mil, a depender da dimensão da área afetada pelas chamas. A maior registrada pelo órgão foi de R$ 22,5 mil.

Apesar disso, a secretaria garante que o trabalho dos agentes não se resumiu apenas na aplicação das multas, mas sim em orientar à população quanto aos prejuízos das queimadas.

Segundo o banco de dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Rondônia segue na quarta posição entre os estados que mais registraram focos de incêndios no país até o momento, com pouco mais de 9 mil pontos de chamas.

No primeiro, segundo e terceiro lugar estão Mato Grosso, com mais de 15,6 mil focos, Pará, que registrou pouco mais de 10 mil focos, e Amazonas, que contabilizou cerca de 9,5 mil pontos de chamas.

Recomendações

De acordo com o capitão José Aparecido dos Santos, do Corpo de Bombeiros local, é preciso que a população evite queimar lixo ou folha seca, já que o risco é que o fogo se alastre. Além disso, informou que é importante que o proprietário mantenha o terreno limpo e cercado para evitar focos de incêndio.

“O perigo é o fogo se alastrar e causar danos ao patrimônio, sem contar os danos ambientais e à saúde”, destacou.

Conforme a corporação, foram registrados 50 pontos de chamas na cidade. No ano passado, o número de queimadas chegou a 168 no município.

As denúncias podem ser feitas na sede da Sema, localizada na Estrada Velha, próximo ao Corpo de Bombeiros, ou através do telefone: (69) 3411-4204.

Comentários