Kim Kardashian quer contratar dublê para ajudar em segurança, diz jornal

Kim Kardashian quer contratar dublê para ajudar em segurança, diz jornal

Kim Kardashian tem um poderoso aliado na busca pelos ladrões que a colocaram sob a mira de uma arma para roubarem suas joias na segunda-feira, 3: o presidente francês François Hollande.  Pessoas próximas a estrela do reality show “Keeping Up With The Kardashians” disseram à coluna “Page Six”, do “New York Post”, que após o assalto Hollande “está pessoalmente envolvido nas investigações” e se comprometeu a fornecer “segurança adicional da próxima vez que ela estiver na França”.

Apoio do presidente francês François Hollande
Apesar de parecer uma aliança improvável, Hollande não é uma personalidade distante do showbiz já que sua namorada, a atriz Julie Gayet, é presença habitual na Semana de Moda de Paris. Além disso, dada a publicidade que o caso ganhou, segundo o “Page Six”, as autoridades francesas passariam vergonha caso os cincos homens mascarados que atacaram Kim não sejam pegos. Hollande também teria interesse que celebridads como Kim retornem a Paris e se sintam seguras.

Enquanto isso, o clã Kardashian continua a reforçar sua segurança pessoal e encontrou uma nova arma secreta: uma dublê. Uma fonte disse à coluna que “existe um circo que segue cada movimento de Kim. A nova equipe de segurança dela recomendou que ela contrate uma dublê para ajudar a confundir possíveis assaltantes”.

Ainda de acordo com a coluna, os filhos da socialite, North e Saint West, também terão sua própria equipe de segurança. “O maior medo de Kim é que as crianças sejam sequestradas. Antes ela não queria gastar com seguranças armados, mas agora ela entende que a família precisa de segurança 24 horas”, contou uma font

Mudança de comportamento nas redes: “Dinheiro não é tudo. Não vale a pena”
A família Kardashian também tem dado um tempo das redes sociais e diante de tantas especulações, Kim começou a desconfiar de seu círculo de pessoas próximas, encorajada pelas suspeitas do marido, Kanye West: “Ela não sabe em quem pode confiar. A equipe de segurança está conduzindo uma investigação interna entrevistando assistentes e olhando telefones em busca de evidências que possam mostrar qualquer comunicação com os ladrões”.

De acordo com o site “TMZ”, a morena pretende mudar a maneira como se expressa nas redes sociais e a riqueza deixará de ser sua marca pessoal. Fontes próximas a Kim disseram ao site que ela realmente concorda com os críticos que dizem que a própria socialite se colocou com um alvo nas costas por ostentar sua riqueza e joias em mídias sociais.

Ela pretende ficar um mês fora do trabalho e quando voltar pretende dar um passo atrás com a maneira como se expõe nas redes. Ainda segundo o “TMZ”, Kim não irá mais expor sua riqueza pessoal e será menos extensiva com os posts de moda. A socialite teria ficado genuinamente abalada após o assalto violento que sofreu e teria dito a pessoas próximas que “as coisas materiais não significam nada. Dinheiro não é tudo. Não vale a pena”.

ak_488988_002

Comentários