Jovem é baleado no abdômen em Ouro Preto do Oeste e encaminhado ao Heuro em Cacoal

Publicada em


Thalles Pierre perdeu muito sangue e foi submetido a delicada cirurgia pelo fato de o projetil ter atingido parte do intestino e órgãos vitais da vítima.

Um crime de homicídio tentado (tentativa de homicídio) foi registrado na noite desta terça-feira(13/04) na Estância Turística Ouro Preto do Oeste (RO), em uma residência localizada no Jardim Bandeirantes.

O jovem Thalles Mardone Pierre., 26 anos, foi alvejado por um disparo de arma de fogo, tipo revólver, na altura do abdômen, lado direito, e o autor do disparo identicado por Kleber Cezar Rodrigues de Almeida, 55 anos, evadiuse do local, seu paradeiro ainda é desconhecido, e até o momento não houve
nenhuma prisão conforme comentários gerados nas redes sociais.

O ato praticado pelo autor do disparo gerou pouco tempo depois uma suposta tentativa de atropelamento de um dos três rapazes que estavam na residência onde Thalles foi baleado. O fato ocorreu no momento que o trio se dirigiu até à Unisp e encontraram no local o lho caçula do autor do disparo, aguardando o irmão que prestava depoimento.

No entanto, essa situação ocorrida em frente à Unisp, ainda será relatada pelos jovens envolvidos na suposta tentativa de atropelamento. O rapaz atingido pelo Etyos, conduzido pelo lho mais novo de Kleber, reside na casa onde ocorreu o fato, e sua versão deverá ser coletada pelas autoridades policiais em uma provável ocorrência policial que ainda não foi registrada no sistema da polícia local, e durante o depoimento de todos os envolvidos.

Câmeras instaladas do lado de fora do prédio da Unisp provavelmente registraram os fatos envolvendo o irmão do depoente o os três rapazes, o que irá facilitar o trabalho da polícia. O jovem atingido pelo veículo sofreu hematomas e provável fratura no pé, ele vai pasar por exame de corpo de delito.

Thalles foi socorrido pelos amigos ao Hospital Municipal Dra. Laura Maria Carvalho Braga, e após receber os primeiros socorros no Pronto Socorro ele foi encaminhado para Cacoal, ao Hospital de Emergência e Urgência Regional – Heuro, tendo em vista que o médico plantonista vericou que a bala se encontrava alojada próximo à coluna do paciente que não sentia uma das pernas. A vítima perdeu muito sangue e seu quadro clínico inspira cuidados.

Segundo postagens prospectadas nas redes sociais, e narrada por familiares da vítima que se mostram muito revoltados e pedem justiça, o estado de saúde de Thalles é muito crítico; eles armam que o paciente foi submetido a delicada cirurgia durante a madrugada no hospital de Cacoal para conter hemorragia provocada pelo projetil que teria atingido parte do intestino e órgãos vitais do jovem baleado.

O homicídio tentado ocorreu na residência de um jovem amigo de Thalles, onde estavam outros dois amigos: um advogado e o lho de um pastor. O caso foi
registrado pela Polícia Militar na Unisp. O lho do autor dos disparos, de 24 anos, que chegou com seu pai à residência onde a vítima se encontrava foi detido ontem à noite pela PM e conduzido até a Delegacia Civil, mas foi liberado pela delegada plantonista após ser interrogado e ficar constatado que ele não foi o autor do disparo.

O advogado Odair José da Silva, juntamente com o advogado Helenilson Anderson Amorim Lenk, acompanharam o jovem que estava acompanhado do pai no encontro com Thalles Pierre, durante seu depoimento. Os advogados relataram que o jovem prestou alguns esclarecimentos sobre os fatos, e informaram que no início da tarde de hoje ele irá prestar novo depoimento na Delegacia Civil.

O advogado Odair José da Silva disse que o jovem apenas relatou no primeiro depoimento que foi com seu pai em uma caminhonete Hilux, de cor prata, até o endereço onde Thalles se encontrava, e nada mais foi dito.

Um familiar de um dos jovens que quase é atropelado em frente à DP disse à reportagem que novos fatos serão revelados à polícia sobre como ocorreu o
homicídio tentado, principalmente como foi o momento da abordagem dentro da residência.

Imagens: redes sociais

Fonte: Correio Central