Jaru: Homem que agrediu esposa deu tiro para cima e queimou casa, tem habeas corpus negado

Publicada em


O Tribunal de Justiça de Rondônia negou o pedido de Habeas Corpus, impetrado pela Defensoria Pública em favor de um servidor público da cidade de Governador Jorge Teixeira que agrediu sua esposa, deu um tiro para o alto e quebrou moveis e ateou fogo na residência da família.

 

O crime aconteceu na madrugada do dia 06 de março deste ano naquele município, a PM foi acionada e ao chegar no local se deparou com o acusado tentando apagar as chamas com baldes de água, questionado sobre ocorrido, ele informou que havia discutido com a esposa e acabou perdendo a cabeça, e quebrou móveis, realizou um disparo e ateou fogo na residência, localizada no centro da cidade.

 

Havia duas crianças na residência, além da esposa vítima da ação. O acusado foi preso juntamente com sua arma, um revólver calibre 38.

 

Nesta semana a 1ª Câmara Criminal por meio de decisão do Desembargador Valdeci Castellar Citon, negou o pedido de Habeas Corpus por entender a gravidade dos delitos imputados, periculosidade do acusado e necessidade de resguardar a integridade física e psicológica da vítima e dos filhos.