Jaru: Bombeiros realizam homenagem a esposa de colega vítima de Covid-19

Publicada em


Empresária morreu na capital, após ficar na UTI de uma unidade privada de saúde.

O cortejo simbólico saiu de sua residência na rua Aluízio Ramalho, no Residencial Luzia Abranches, passou pela Comunidade São Benedito.

 

Na tarde deste sábado, dia 29 de agosto, foi registrada muita emoção no cortejo simbólico em homenagem a empresária Wal, que tinha 37 anos e morreu vítima de Covid-19.

Internada em Porto Velho, Walberlucy de Fátima Fernandes Reis, não resistiu a doença. Ela morreu pela madrugada e o corpo foi sepultado na capital com esquema rigoroso de segurança, por causa do vírus.

Um trecho de pelo menos três minutos, na Avenida Rio Branco, mostra a grandeza do cortejo simbólico, gravado por colegas do esposo da vítima e o quão a tão atuante empresária era querida pelos amigos.

O cortejo simbólico saiu residência da vítima na rua Aluízio Ramalho, no Residencial Luzia Abranches, passou pela Comunidade São Benedito, Setor-05 e desceu pela Avenida Rio Branco.

Wal era casada com o Cabo BM Marcos Braga. Viaturas do Corpo de Bombeiros, além de motocicletas e automóveis, fizeram o cortejo. A última homenagem foi muito emocionante.

 

Há vários vídeos na rede social dos Bombeiros. Clique e Assista