Jaru: Banco Bradesco manda um churrasqueiro desempregado lhe representar em audiência da justiça

Jaru: Banco Bradesco manda um churrasqueiro desempregado lhe representar em audiência da justiça
ELETROSSOL NORTE JARU Instalação energia solar

Uma das maiores e mais respeitadas instituição financeira do mundo, o Banco Bradesco S.A. designou no dia 05 de dezembro uma pessoa sem ligação e poder de decisão para lhe representar em uma audiência de conciliação na Comarca de Jaru/RO, em face de uma Ação Civil Pública ingressada pelo Ministério Público de Rondônia (7003178-10.2018.8.22.0003).

O preposto designado pela instituição, declarou na audiência sob a presença das partes envolvidas, Ministério Público e Prefeitura Municipal, ser um churrasqueiro desempregado com escolaridade primaria. Ele também evidenciou não possuir autonomia alguma de decisão para solucionar um problema de interesse público que atinge milhares de clientes da instituição no município. (Saiba aqui)

Contudo, como já era de se esperar, não houve composição entre as partes, e a decisão foi para as mãos do juiz Elsi Antônio Dalla Riva.

A situação despertou certa insatisfação do magistrado que declarou nos autos “Importante ressaltar também que, na audiência de conciliação, o BANCO BRADESCO S.A. enviou um preposto sem a mínima condição para falar em seu nome e, sem demérito a pessoa do mesmo, tratava-se de um churrasqueiro, desempregado e com instrução primária de escolaridade”, relatou.

O magistrado também lembrou na decisão liminar concedida em favor do MP que os termos da audiência foram previamente acordados e divulgados “As partes deverão se fazer presente à solenidade com pessoas habilitadas a transigir e com poder de decisão”, concluiu.

Comentários