Jaru: Após publicação, mais uma menor procura a polícia e denuncia ter sido estuprada por pastor que se intitula o “Chefão”

Publicada em


Uma adolescente de 13 anos, revelou a mãe nesta segunda-feira (26), que ao ler a notícia postada por este site, sobre um pai que foi abordado pela PM visivelmente transtornado com uma faca na mão a procura de um pastor que haveria estuprado sua filha, criou coragem e resolveu confessar ter passado pela mesma situação que a outra adolescente.

Ao ouvir os relatos da filha, a mãe da garota se dirigiu imediatamente até a UNISP em Jaru e prestou queixa contra o acusado.

De acordo com a segunda vítima, o mesmo pastor também manteve relações sexuais com ela, em três ocasiões diferentes, os estupros eram antecedidos por ameaças, onde o acusado dizia que se ela não fizesse sexo com ele o “Chefão” iria sequestrar sua irmã e matar sua mãe.

A vítima e sua mãe, relataram que frequentavam a Igreja “Tenda dos Milagres” localizada no setor 08, e o pastor após os cultos, sempre pedia para a mãe deixar sua filha dormir na casa dele para fazer companhia a suas duas filhas.

A vítima relatou que o acusado esperava suas filhas dormir e depois a levava para seu quarto e sob ameaças, lhe abusava sexualmente.

As denunciantes também disseram que outras meninas tinham por costume dormir na casa do acusado.

O suspeito ainda não foi localizado pela polícia. Depois da primeira denúncia, ele deixou suas filhas aos cuidados de um conhecido e se evadiu.

Caso haja mais vítimas, a polícia pede que elas ou seus responsáveis se desloque a UNISP e denunciem o crime as autoridades, para que os fatos sejam apurados.

 

*Comunicado, a sessão de comentários logo abaixo do post, foi desativada para evitar infringências as leis eleitorais (comentários depreciativos ou promocionais aos candidatos ou até mesmo fake news). Ao fim do período eleitoral retornaremos com os comentário para que você possa voltar a interagir com nosso conteúdo.