Jaru: Equipe jaruense vence e quebra recorde na 11ª edição do Barco Cross (fotos)

Jaru: Equipe jaruense vence e quebra recorde na 11ª edição do Barco Cross (fotos)

A maior competição de barco a remo da região norte do Brasil movimentou a cidade de Jaru neste domingo (05). A 11ª edição do Barco Cross reuniu dezenas de competidores e mais de 5 mil expectadores nas margens do Rio Jaru.

Este ano o título ficou para a “Prata da Casa” a equipe jaruense Silveira Móveis/Espaço Bem, que realizou o percurso de 25 km no tempo recorde de 1h17. Um dos remadores subiu ao palco de joelhos para receber o troféu.

As competições tiveram início pela manhã com vôlei de areia, caiaque e barco a remo feminino, mas a disputa mais aguardada no barco a remo masculino, foi no fim da tarde, os competidores cruzaram a linha de chagada as 17:00h.

No palco, a equipe Interativa comandou a festa, autoridades políticas municipais entregaram os troféus aos atletas vencedores do Barco Cross e também dos ciclistas  competidores do Bike Cross  Jaru Selva Bikers.

 

Vejam como ficou as colocações:

Barco Cross masculino

1° Silveira móveis (Espaço Bem) – Jaru 1h 17 minutos
2° Os amadores (Posto Aliança) – Jaru 1h 21 minutos
3° Pezão Tintas – Ji-Paraná 1h e 22 minutos
4° Pérola Negra – Jaru 1:24h
5° Grameira – ji-paraná 1:22h
6° Os Pioneiros – Jaru 1:36h

Barco Cross Feminino

1° Pérola Negra – Jaru 7 ’33″h
2° As Atrevidas – Jaru 8h
3° As amadoras – Jaru 12’02h

 

 Caiaque

1° Weverton – Ji-paraná 7’12h
2° Hugo – Ji-Paraná 7’35h
3° Henrique – Jaru 8h

Organização e Segurança:

 

O evento esportivo realizado pela Prefeitura de Jaru e organizado pela Associação de Rádio Interativa Jaruense com apoio da Associação WS, se destacou pela organização e segurança.

O local destinado ao público foi dotado de cerca de proteção, arquibancadas, banheiros químicos e praça de alimentação, no quesito segurança um grande efetivo da Policia Militar, Policia Militar Ambiental, Marinha, Policia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros garantiram a segurança da festa.

Comentários