Homem mata 4 e comete suicídio em igreja de Campinas

Homem mata 4 e comete suicídio em igreja de Campinas
rondonia forte

Um homem matou quatro pessoas e deixou quatro feridas após invadir uma missa na Catedral Metropolitana, no Centro de Campinas (SP), na tarde desta terça-feira (11), segundo o Samu, Bombeiros e Polícia Militar. O suspeito pelos disparos na igreja cometeu suicídio em seguida. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38, e se matado em frente ao altar após os crimes.

De acordo com o hospital municipal Mário Gatti, para onde foram encaminhados dois feridos, Jandira Prado Monteiro, 65, foi atingida no tórax e na mão e está fora de risco. Heleno Severo Alves, 84, foi atingido no tórax e no abdômen e às 15h30 estava no centro cirúrgico em estado muito grave. Ainda não há informações sobre os outros dois feridos, levados para o hospital da Unicamp e o Beneficência Portuguesa. “Foram mais de 20 tiros aqui dentro”, disse o padre Amauri Thomazzi, que celebrava a missa.

Segundo a PM, o chamado pelo 190 ocorreu às 13h25, com uma pessoa dizendo que um homem entrou na catedral, fez os disparos e, na sequência, se matou. A missa acontecia desde as 12h15. “Eram poucas pessoas dentro da igreja, que estavam fazendo sua oração”, afirmou o major Adriano Augusto, comandante do 8º Batalhão da PM em Campinas, à GloboNews.

O major contou que o atirador estava no interior da igreja quando se levantou e começou a fazer disparos em quem rezava. “Algumas pessoas correram. Os policiais que estavam em frente à igreja ouviram os barulhos, correram para dentro. Os policiais efetuaram um tiro contra esse indivíduo, mas ele, depois, efetuou um disparo contra a própria cabeça.”

Já o representante da Guarda Municipal de Campinas, Alexandre Moraes Rangel, relata que uma equipe de patrulha a pé ouviu barulho de tiros e pediu ajuda a viaturas da corporação pelo sistema de rádio. “Viemos o mais rápido que pudemos. É bem complicado agora, é tudo muito lotado, dada a época de Natal”, disse.

A PM chegou a falar que o atirador havia matado cinco pessoas, mas depois corrigiu a informação. Os mortos não foram identificados e a polícia investiga a motivação do crime.

O que já se sabe sobre o ocorrido:

Um homem armado invadiu a Catedral, por volta das 13h;

Uma missa havia começado por volta das 12h15;

Ele matou quatro pessoas, deixou quatro feridos e cometeu suicídio na sequência;

A motivação do crime não foi esclarecida pela polícia;

Os feridos foram levados ao Mário Gatti e Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp – o estado de saúde de cada um deles não foi divulgado;

Fonte: Rondoniagora

Comentários