Homem é cobrado no Facebook por não pagar programa sexual

Homem é cobrado no Facebook por não pagar programa sexual
ELETROSSOL NORTE JARU Instalação energia solar

Um homem de 28 anos procurou a Delegacia de Polícia Civil para registrar um boletim de difamação, na quarta-feira (9). Ele contou à polícia que realizou um programa sexual com duas mulheres, mas que não as pagou. Depois disso, as profissionais o cobraram publicamente no Facebook. O caso aconteceu em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho.

O homem relatou à polícia que combinou o programa com as mulheres por um aplicativo, pelo valor de R$ 200; R$ 100 para cada. Ele foi até a casa das profissionais e manteve relação sexual com as duas.

Após o serviço prestado, o homem disse que não tinha o valor combinado, mas que pagaria no dia seguinte. Porém, ele alegou à polícia que não conseguiu o valor.

Dias depois, ele soube através de amigos que havia um perfil falso no Facebook que divulgou uma foto dele, cobrando a dívida. A postagem não mencionava o motivo da cobrança.

O homem ainda relatou à polícia que a postagem se espalhou e, por isso, registrou um boletim de difamação. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Comentários