Em Jaru, familiares de Policiais Militares realizam manifesto em frente ao Quartel do 8º Batalhão nesta quinta-feira

Publicada em


Esposas e filhos montaram acampamento na frente do quartel da Polícia Militar até que o reajuste aconteça.

Nos últimos dias está acontecendo grande movimentação no meio militar com o governo de Rondônia em relação a um reajuste de 24% prometidos pelo Governador Marcos Rocha à categoria, porém na última reunião foram informados que não havia mais possibilidade de reajustar o salário, culminando em mobilizações dos familiares de militares em todo o Estado.

Em Jaru, foi montado as 18:00h nesta quinta-feira (10) o acampamento em frente ao quartel do 8º Batalhão da Polícia Militar com mais de 20 mulheres, além dos filhos e demais familiares e irão aguardar o desfecho das deliberações da reunião do Conselho de Associações que acontece nesta sexta-feira (11) às 15h em frente ao Centro Político Administrativo – CPA, na capital.

Os militares são impedidos de fazer greve, por isso quem toma a frente nos manifestos são as esposas. Lembrando que no passado, especificamente no governo Cassol, houve uma manifestação que durou 11 dias e com esse fechamento dos quartéis as esposas garantiram 23,76% de reajuste, todavia, outra manifestação que culminou na expulsão de um militar foi a paralisação de 14 dias de fechamento de quartéis que resultou em 14,06% com criações e aumento de gratificações, além da criação de horas extras, foi enfrentada no governo Confúcio” – Jornal Rondônia.

Segundo informações, as mulheres estão preparadas para permanecer o tempo que precisar dependendo do desfecho da reunião, podendo acontecer uma paralisação geral. Acompanhe para saber mais.

 

Fonte: Jaru Online
Redação: Jessyca Simonato