Dnit instala placas de sinalização na BR-364 após atropelamento de jovens

Dnit instala placas de sinalização na BR-364 após atropelamento de jovens

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) instalou, no final da tarde desta quinta-feira (9), placas de sinalização de faixa de pedestre no local onde duas adolescentes foram atropeladas, na BR-364, em Porto Velho. O acidente foi na quarta-feira (8) e uma das estudantes morreu na hora. Horas depois os moradores fizeram protesto contra a falta de sinalização no local.

As placas de sinalização de faixa de pedestre foram inseridas nos dois sentidos da rodovia, por volta das 17h desta quinta-feira. Segundo os moradores da região, mesmo com as novas placas de advertência no local, os condutores não param para os pedestres atravessar.

“Só a placa não resolve o problema. Os motoristas não têm respeito. Eles não observam as placas de sinalização”, relatou o estudante Iuri Gonçalves, que atravessa o local todos os dias para ir à igreja.

O G1 tentou contato com o Dnit para verificar se há previsão para instalação de um redutor de velocidade no local, porém ainda não obteve retorno.

Protesto BR-364 (Foto: Sara Cicera/G1)Protesto foi realizado por moradores na noite de quarta (8) na BR-364 (Foto: Sara Cicera/G1)

Acidente
Duas adolescentes, ambas de 15 anos, foram atropeladas por volta das 13h na BR-364 no perímetro urbano de Porto Velho, na quarta-feira.Por causa da batida, uma das meninas faleceu no local e a outra foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em estado grave à unidade de saúde.

Protesto
Moradores realizaram um protesto, na noite da última quarta, na BR-364, após o atropelamento de duas adolescentes, que resultou na morte de uma delas. As duas vias da rodovia foram fechadas e diversos pneus foram queimados, impedindo o trânsito no local.

Por disso, um grande congestionamento se formou com longas filas de veículos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local para controlar e conversar com a população que fazia parte do protesto.

Comentários