Decreto prorroga uso das Forças Armadas para proteção da penitenciária federal

Decreto prorroga uso das Forças Armadas para proteção da penitenciária federal

Um decreto publicado no Diário Oficial da União na terça-feira (26) prorrogou o uso das Forças Armadas para a proteção do perímetro de segurança da penitenciária federal em Porto Velho até o dia 29 de março.

O esquema de segurança do Exército começou a ser montado após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) decretar reforço na ordem pública por causa da transferência de 11 presos de alta periculosidade de São Paulo para Rondônia. Inicialmente, o reforço deveria seguir até esta quarta-feira (27).

Conforme o documento publicado nesta semana, o prazo foi prorrogado até o dia 29 de março para a proteção do perímetro de segurança da penitenciária em um raio de dez quilômetros, considerado a partir do muro externo da unidade prisional.

Decreto prorroga o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, no Estado de Rondônia. — Foto: Diário Oficial da União/ Reprodução

Decreto prorroga o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, no Estado de Rondônia. — Foto: Diário Oficial da União/ Reprodução

Mossoró

A Força Nacional também teve a permanência estendida por decreto na penitenciária federal em Mossoró (RN). O decreto foi publicado no Diário Oficial da União no último dia 21 de fevereiro e prevê o policiamento de guarda e vigilância, no perímetro interno em caráter episódico e planejado, pelo período de 180 dias, a partir de 26 de fevereiro de 2019.

Comentários