Criminoso que matou e esquartejou professor da Fimca é condenado a 13 anos de prisão

Criminoso que matou e esquartejou professor da Fimca é condenado a 13 anos de prisão

Eriton Fábio Coelho Macedo, assassino confesso do professor da Fimca, Elessandro Milan, foi condenado na tarde desta quinta-feira a 13 anos de prisão em regime inicialmente fechado. Como era réu confesso, os jurados do 1º Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho, não demoram muito para concluir pela punição.

O julgamento se processou rapidamente também em razão de haver apenas uma testemunha, que foi ouvida logo no início da sessão de julgamento. Em seguida foi a vez do réu, que confessou o crime, porém não relatou os detalhes narrados na sentença de pronúncia. O crime aconteceu no dia 18 de março de 2016.

Eriton Fábio Coelho Macedo foi preso no dia 17 de maio deste ano e disse que cometeu o bárbaro crime após uma bebedeira na residência da vítima, no Bairro Aponiã, na Zona Leste de Porto Velho.

Elessandro Milan foi assassinado com requintes de crueldade. Além de esfaquear a vítima, perfurou os olhos, decapitou, esquartejou e ocultou o corpo do professor. Em interrogatório, ele confessou o crime em detalhes.

Comentários