Conselho Municipal Dos Direitos Da Mulher, Ministério Público e Comissão da Mulher Advogada realizam atividades em homenagem aos 12 anos de criação da Lei Maria da Penha

Conselho Municipal Dos Direitos Da Mulher, Ministério Público e Comissão da Mulher Advogada realizam atividades em homenagem aos 12 anos de criação da Lei Maria da Penha

Em comemoração ao aniversário da criação  Lei Maria da Penha, celebrado no dia 7 de agosto, o Conselho Municipal dos direitos da mulher de Jaru em parceria com o Ministério Público e Comissão da Mulher Advogada promoveram nesta quarta-feira (8) um evento em homenagem.

A abertura das atividades aconteceram às 19:30h, no Auditório do Ministério Público comarca de Jaru, cerimonial  apresentado por Francielen Vieira, o evento contou com a participação  do Promotor de Justiça, Drº Fábio Casaril, Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Luzia Abadias, Presidente da Comissão da Mulher Advogada, Drª Daiane Dias e Defendor Público, Drº Lucas Couto. Além dos citados, prestigiaram o evento os alunos da Escola Olga Dellaia, acompanhados pela Professora Cineia das Graças Ferreira, Cleunice Maria de Souza, Luciene Dias Pereira e os alunos da Escola técnica MD Consultoria acompanhados pela professora Eliane Miquiuchi e a comunidade. Estamos comemorando os 12 anos da Lei Maria da Penha, seus avanços e também a importância dela para as mulheres. Essa lei esta ajudando muitas mulheres e devemos sempre levar através de palestra para a comunidade seus benefícios em proteção à todas nós”, disse a presidente do Conselho Municipal dos direitos da mulher (COMDIM) Luzia Abadias (Sol).

A Presidente da Comissão da Mulher Advogada(CMA) Dr Daiane dias, palestrou sobre a vida da Maria da Penha e explicou que o medo das ameaças feitas pelos agressores ainda é uma grande barreira no momento de denunciar a violência.

O Promotor de Justiça,  Dr Fabio Casaril,  palestrou sobre os direitos da mulher.  “Precisamos reforçar a importância de orientar mulheres cada vez mais , sobre o funcionamento da lei e sobre a violência que acontecem dentro dos lares na maioria dos casos sem escolher classe social.” enfatizou o promotor.

Drº Lucas Couto, Defensor Público, agradeceu pelo convite e elogiou a atuação do COMDIM, MP e CMA e disse que se existe leis é porque a violência esta acontecendo. “Podem contar com o apoio da defensoria para fortalecer este trabalho de conscientização” destacou o defensor. Este foi mais um trabalho de conscientização dentro da programação anual do comdim envolvendo sempre parcerias como MP, CMA, Defensoria e a comunidade. “Somos gratos a todos que participaram, Conselheiras e colaboradoras”, finalizou Luzia Abadias (Sol).

 

Comentários