Comissão de Ética da Assembleia escolhe Edson Martins como relator do processo contra Lebrão, flagrado com propina

Publicada em


Flagrado recebendo dinheiro em sacos de lixo de um empresário do ramo de coleta de resíduos sólidos, o deputado estadual Eurípedes Lebrão (MDB) enfrenta o Conselho de Ética da Assembleia Legislativa. O relator foi indicado nesta segunda-feira: trata-se do deputado Edson Martins (MDB), que terá 10 sessões ordinárias para apresentar seu relatório e encaminhá-lo à comissão e, posteriormente, ao plenário.

Sobre o caso da representação do Pros impetrada contra o deputado Geraldo da Rondônia (PSC), em razão de inúmeros casos de agressão física, invasão a propriedade pública, e tentativa de coação, como no caso de uma artista em Ariquemes, a comissão encaminhou o processo para a Advocacia Geral da Casa pedindo um parecer. Só após o retorno dos autos, é que a comissão indica um relator, que também terá 10 sessões de prazo.

Geraldo era da comissão

Despertou curiosidade entre os parlamentares foi o fato do próprio Geraldo da Rondônia ser membro da Comissão de Ética da Assembleia Legislativa. Ele será substituído, segundo adiantou o presidente da Casa, deputado Alex Redano (Republicanos), por um dos suplentes: Alan Queiroz (PSDB), Rosângela Donadon (MDB) e Luizinho Goebel (PV).

A comissão é formada por Johny Paixão (Republicanos), Chiquinho da Emater (PSB), Eyder Brasil (PSL), Edson Martins (MDB) e o próprio Geraldo da Rondônia (PSC). Johny é o presidente.

Rondoniagora