Com remuneração que chega a R$ 47 mil, deputados estaduais de Rondônia tem salário superior ao do presidente Bolsonaro

Publicada em


Os 24 Deputados Estaduais de Rondônia, não podem se queixar de seus proventos, R$ 47.613,93 para o presidente da casa e R$ 38.751,15 para os demais parlamentares.

A constituição federal define que os salários dos parlamentares estaduais devem alcançar no máximo 75% dos salários dos federais, o que deveria ser R$ 25.322,25, no entanto os parlamentares ajustaram suas remunerações de forma que se enquadre na referida lei, estipulando R$ R$ 25.322,25 como remuneração básica, mais os acréscimos concedido igualitariamente a 23 deputados da seguinte forma R$ 8.428,90 como função de confiança e R$ 5.000,00 para indenizações não especificada, perfazendo o total de R$ 38.751,15.

No caso do presidente Laerte Gomes, ele recebe o valor de R$ 17.291,68 pela função de confiança, atingindo a remuneração de R$ 47.613,93.

Só com suas remunerações os parlamentares custam em uma legislatura, R$ 45 milhões, não computando despesas com gabinete, veículos, diárias e pessoal, lembrando que cada deputado tem direito a contratar mais de uma dezena de assessores com salários que chegam a R$ 8 mil, se somados todos os gastos, os legisladores e suas estruturas, custam cerca de 70 milhões por legislatura.