Carro explode durante abastecimento em Posto de Combustível

Publicada em


Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que carro explode enquanto abastecia em posto de combustíveis no bairro São Francisco Xavier, na Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira (26).

O veículo estava abastecendo o tanque com GNV em um posto de gasolina na Rua Vinte e Quatro de Maio quando explodiu atingindo o motorista, que tinha acabado de abrir a mala do carro.

Mário Magalhães da Penha, de 67 anos, foi levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, e submetido a uma cirurgia no fim da manhã. Ele está em estado grave.

Uma mulher foi levada ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dela.

Carro explode em posto de combustíveis da Zona Norte do Rio

Carro explode em posto de combustíveis da Zona Norte do Rio

O carro ficou destruído, assim como a cobertura sobre as bombas de combustível do posto. Nenhum frentista ficou ferido. Eles disseram que a explosão foi no cilindro de gás do veículo, que estava em mau estado de conservação, enferrujado.

Uma faixa das duas faixas da via chegou a ser interditada para o trabalho dos bombeiros no local. Mas por volta das 11h, já estava liberada.

Fiscais da prefeitura, da empresa de gás Naturgy – que desligaram o fornecimento de gás do posto – e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estão no local.

Carro explode enquanto abastecia em posto de combustíveis na Zona Norte do Rio — Foto: Reprodução

Carro explode enquanto abastecia em posto de combustíveis na Zona Norte do Rio — Foto: Reprodução

Carro explodiu na manhã desta terça (26) em posto de combustíveis em São Francisco Xavier — Foto: Reprodução

Carro explodiu na manhã desta terça (26) em posto de combustíveis em São Francisco Xavier — Foto: Reprodução

Carro explodiu enquanto abastecia em posto de combustíveis na Zona Norte do Rio — Foto: Luiz Antônio Bizarro / arquivo pessoal

Carro explodiu enquanto abastecia em posto de combustíveis na Zona Norte do Rio — Foto: Luiz Antônio Bizarro / arquivo pessoal

G1